Ateliê Karol Poerner - Recursos Bíblicos Didáticos

Conheça toda linha de Recursos Bíblicos Didáticos clicando aqui.

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

NOVA SÉRIE DE LIÇÕES BÍBLICAS_QUEM É DEUS?_parte 2

Continuando nosso estudo sobre Deus com as crianças, teremos mais 4 Lições-Bíblicas que ensinarão um pouco mais do caráter do Deus Verdadeiro. Este Planejamento é a continuação deste aqui http://karolpoerner.blogspot.com/search/label/PLANJ.%20QUEM%20%C3%89%20DEUS%3F .
Ele pode ser dado como sequência da 1ª parte, mas também pode ser perfeitamente utilizado de forma única.
TEMA: Deus é Único
TEXTO-BÍBLICO: Daniel 3
VERSÍCULO DO DIA: “O Senhor, que criou os céus, é o único Deus....” Isaías 45.18
OBJETIVOS DA LIÇÃO: Ensinar às crianças que só existe um único Deus verdadeiro que deve receber o nosso louvor.

INTRODUÇÃO Que bom estarmos aqui neste dia abençoado para juntos aprendermos algo mais sobre o nosso Deus!
Quem aqui já viu um incêndio?
Quais de vocês já ouviram sua mãe, seu pai, ou algum adulto lhe dizendo que é perigoso brincar com fogo?
Alguém aqui já se queimou?
Hoje vamos conhecer uma história aqui na Bíblia que tem haver com fogo, mas por um grande milagre de Deus, nada de ruim aconteceu.

DESENVOLVIMENTO O rei Nabucodonosor mandou fazer uma estátua bem grande, de ouro e a colocou num lugar de destaque.
Depois, mandou que seus mensageiros avisassem aos principais líderes da Babilônia, dizendo que todos deveriam se ajoelhar perante a estátua quando ouvissem o som dos instrumentos musicais. Então, os mensageiros gritaram bem alto:
—Quem não obedecer a esta ordem do rei será lançado numa fornalha acesa. Logo que os instrumentos começaram a tocar, todos que estavam ali se ajoelharam diante da estátua.
Os judeus estavam adorando outros deuses, por isso foram levados para a Babilônia...
A ordem do rei foi bem clara e todos deveriam obedecer. Mas, parece que alguém desobedeceu a esta ordem. Quem será?
Alguns dos sábios viram que três pessoas não se ajoelharam e nem adoraram a estátua. Então, foram contar tudo ao rei.
Eles disseram:
—O senhor deu uma ordem: Quando ouvirem o som dos instrumentos musicais, todos devem se ajoelhar e adorar a estátua. Muito bem! Os três judeus: Sadraque, Mesaque e Abede-Nego não prestaram culto aos deuses e nem adoraram a estátua de ouro. Ao ouvir isso, Nabucodonosor ficou furioso e mandou chamar os três amigos e lhes disse:
—Se não adorarem a estátua agora, vocês serão jogados na fornalha de fogo e eu quero ver qual o deus que os livrará? Os amigos estavam em apuros! Chegou à hora de mostrar se amavam a Deus de verdade.
Eles deram uma resposta muito corajosa para o rei dizendo:
—Se o nosso Deus a quem adoramos quiser, Ele poderá nos livrar da fornalha, e nos livrar do seu poder, ó rei. E mesmo que o nosso Deus não nos salve, o senhor pode ficar sabendo que não prestaremos culto ao seu deus nem adoraremos a estátua de ouro que o senhor mandou fazer. Crianças, aqueles rapazes estavam dispostos a morrer por amor a Deus e a obedecer aos Seus mandamentos. Vamos ver o que aconteceu com Sadraque, Mesaque e Abede-Nego?
O rei ficou com tanta raiva dos rapazes que seu rosto chegou a avermelhar. Então, mandou esquentar a fornalha sete vezes mais do que o de costume, isto é, colocar mais lenha e fazer um fogo bem mais forte. Muita gente estava ali para ver o que ia acontecer.
E agora? Vocês acham que os amigos vão voltar atrás? Será que se os instrumentos tocarem mais uma vez, eles vão se ajoelhar diante da imagem?
Não! Nada fez com que eles mudassem de idéia. Eram realmente obedientes a Deus.
Eles foram amarrados e jogados na fornalha. As chamas estavam tão altas que os soldados que os jogaram morreram queimados. Será que era o fim para aqueles rapazes?
Quando todos pensavam que eles haviam morrido, o rei olhando para a fornalha, ficou espantado e disse:
—Não foram três homens que amarramos e jogamos na fornalha?
- Sim senhor
. – responderam.
O rei continuou
—Como é então que estou vendo quatro homens passeando, soltos na fornalha? E o quarto homem parece um filho dos deuses. Que coisa maravilhosa! A Bíblia diz que era o próprio Jesus, o Filho de Deus, que estava ali dentro da fornalha.
Então, o rei gritou:
—Sadraque, Mesaque, Abede-Nego, servos do Deus Poderoso, saiam daí e venham para fora.
Eles saíram da fornalha e todas as autoridades que estavam presentes viram que os jovens não sofreram nenhuma queimadura, nem as roupas e nem os cabelos tinham cheiro de fumaça.
O rei Nabucodonosor reconheceu a coragem daqueles jovens em terem desobedecido as suas ordens e escolhido morrer a adorarem outros deuses. Ele reconheceu, também, que não há outro deus senão o Deus Verdadeiro. Por isso, deu uma ordem para todos:
— Quem falar mal do Deus de Sadraque, Mesaque e Abede-Nego será morto e sua casa será destruída. Depois disso, os três amigos receberam cargos ainda mais importantes na Babilônia.

CONCLUSÃO Se existe um Deus e se Ele criou o mundo e ama cada pessoa no mundo, como é que as pessoas inventam e até dizem que amam a outros deuses? (Aguarde a participação das crianças.) Há pessoas que olham para a luz do sol e sentem o calor que ele produz e pensam: “O sol é muito poderoso. Vou adorar o sol.” Assim, o sol se torna o deus destas pessoas.
Outras pessoas olham para a televisão e pensam: “Eu gosto tanto dos programas da televisão, não vou deixar de assistir este programa para ir à Igreja!” E assim, a televisão torna-se o deus destas pessoas porque tem o poder sobre a sua vida e a pessoa obedece à televisão.
Qualquer pessoa, objeto ou outra coisa que controla sua vida e se torna mais importante que tudo para você, é como seu deus.
Na verdade não é Deus, mas toma o lugar Dele em sua vida. Por isso, Deus nos deu a Sua Palavra nos dizendo que não devemos adorar outros deuses. Nada deve tomar o lugar de Deus na sua vida! Quando amamos a Deus verdadeiramente, sempre procuramos coloca-lo em primeiro lugar. Nada e ninguém é mais importante para nós do que Deus e sempre vamos crer no que Ele disse: “O Senhor, que criou os céus, é o único Deus....” Isaías 45.18
SUGESTÕES PARA ESTA LIÇÃO
aInicie sua aula sempre com Oração. Ensine as crianças que este é um momento de respeito ao Senhor. Procure variar sempre o começo da aula: Pergunte se alguém tem um Pedido de Oração Especial, leia uma referência bíblica que fale sobre o assunto, ou faça um cartaz com criança orando e um versículo referente. Mas, nunca deixe de orar com as crianças! Ao término da aula também lembre de pedir a proteção do Senhor sobre a vida dos pequeninos. aFaça em cartolina vermelha, laranja ou amarela um molde do anexo do desenho da “chama” para cada palavra do Versículo do Dia e a referência bíblica onde se encontra. No momento em que o versículo é citado dentro da Lição-Bíblica vá colando cada uma com durex na parede diante da turma. Peça que eles memorizem o versículo.

aDinâmica de Memorização do Versículo do Dia: Quando você tiver colocado todas as partes do versículo na parede diante da turma, peça que as crianças repitam 2 ou 3 vezes. Depois peça para elas fecharem os olhos, retire uma parte do versículo. Então deverão abrir os olhos e recitarem o versículo inteiro novamente. Repita este procedimento até que todas as partes do versículo tenham sido retiradas e as crianças tenham que recitá-lo sem nenhum auxílio. aNão se esqueça de ensinar sobre o Dízimo e da Oferta.
TEMA: Deus é Minha Força
TEXTO-BÍBLICO: 1° Samuel 17.1-53
VERSÍCULO DO DIA: “O Senhor Deus é a minha força, fazendo com que meus pés caminhem como um vencedor...” Habacuque 3.19
OBJETIVOS DA LIÇÃO: A criança deverá aprender a confiar em Deus para vencer as situações difíceis que surjam em sua vida.

INTRODUÇÃO Quem aqui já sentiu medo? Ou ainda sente? (Aguarde as respostas das crianças. Não se esqueça de quando você solicitar a participação das crianças, estabelecer à ordem. Geralmente, quando fazemos alguma pergunta entre a turma, todos querem falar na mesma vez. Peça que levantem a mãe e vá indicando a vez em que cada uma deve falar.) Muitas crianças sentem medo do escuro, de algum bicho, de alguma pessoa, ou até mesmo de fazerem as provas da escola.
Na história bíblica que vamos estudar agora, vocês vão aprender através do exemplo de um jovenzinho, o que devemos fazer quando uma situação difícil, ou um problema surgir na nossa vida querendo nos colocar medo.
Prestem atenção!

DESENVOLVIMENTO Naqueles dias, os filisteus, que eram inimigos do povo de Israel, se reuniram para lutar.
O rei Saul e seu exército se juntaram e se prepararam para lutar contra os filisteus.
Os filisteus pararam no monte que ficava de um lado do vale, e os israelitas ficaram no monte do outro lado.
Um homem chamado Golias saiu do acampamento filisteu para desafiar os israelitas. Ele tinha quase três metros de altura e usava um capacete de bronze e uma armadura também de bronze. As pernas estavam protegidas por caneleiras de bronze, e ele carregava nos ombros um dardo, também de bronze. A lança dele era enorme, muito grossa e pesada; a ponta era de ferro e pesava mais ou menos sete quilos. Na frente dele ia um soldado carregando o seu escudo.
Golias veio, parou e gritou para os israelitas:
— Por que é que vocês estão aí, em posição de combate? Eu sou filisteu, e vocês são escravos de Saul! Escolham um dos seus homens para lutar comigo. Se ele vencer e me matar, nós seremos escravos de vocês; mas, se eu vencer e matá-lo, vocês serão nossos escravos. Eu desafio agora o exército israelita. Mandem alguém para lutar comigo! Quando o rei Saul e os seus soldados ouviram isso, ficaram apavorados.
Mas, no meio do povo de Deus havia um rapaz chamado Davi. Ele era filho de Jessé e tinha sete irmãos.
No tempo em que Saul era rei, Jessé já estava bem idoso. Os seus três filhos mais velhos tinham ido com Saul para a guerra. O primeiro se chamava Eliabe, o segundo, Abinadabe, e o terceiro, Siméia. Davi era o filho mais novo.
Enquanto os seus três irmãos mais velhos ficavam com Saul, Davi ia ao acampamento de Saul e voltava a Belém para tomar conta das ovelhas do seu pai.
Durante quarenta dias Golias desafiou os israelitas todas as manhãs e todas as tardes.
Um dia Jessé disse a Davi:
— Pegue dez quilos de trigo torrado e estes dez pães e vá depressa levar para os seus irmãos no acampamento. Leve também estes dez queijos ao comandante. Veja como os seus irmãos estão passando e traga uma prova de que você os viu e de que eles estão bem. Os seus irmãos, o rei Saul e todos os outros soldados israelitas estão no vale do Carvalho, lutando contra os filisteus. Na manhã seguinte Davi se levantou cedo, deixou alguém encarregado das ovelhas, pegou os mantimentos e foi, como Jessé havia mandado.
Ele chegou ao acampamento justamente na hora em que os israelitas, soltando o seu grito de guerra, estavam saindo a fim de se alinhar para a batalha.
O exército dos filisteus e o exército dos israelitas tomaram posição de combate, um de frente para o outro. Davi deixou as coisas com o oficial encarregado da bagagem e correu para a frente de batalha. Chegou perto dos seus irmãos e perguntou se estavam bem.
Enquanto Davi estava falando com eles, Golias avançou e desafiou os israelitas, como já havia feito antes. E Davi escutou.
Quando os israelitas viram Golias, fugiram apavorados. Eles diziam:
— Olhem para ele! Escutem o seu desafio! Quem matar esse filisteu receberá uma grande recompensa: o rei lhe dará muitas riquezas, lhe dará sua filha em casamento, e a família do seu pai nunca mais vai ter de pagar nenhum imposto. Então Davi perguntou aos soldados que estavam perto dele:
— O que ganhará o homem que matar esse filisteu e livrar Israel desta vergonha? Afinal de contas, quem é esse filisteu pagão para desafiar o exército do Deus vivo? Aí eles lhe contaram o que ganharia quem matasse Golias.
Então Davi fez a mesma pergunta a outro soldado. E ouviu a mesma resposta.
Alguns soldados ouviram o que Davi tinha dito e contaram a Saul. Então ele mandou chamar Davi. Davi chegou e disse a Saul:
— Meu senhor, ninguém deve ficar com medo desse filisteu! Eu vou lutar contra ele. Mas Saul respondeu:
— Você não pode lutar contra esse filisteu. Você não passa de um rapazinho, e ele tem sido soldado a vida inteira!
— Meu senhor
, — disse Davi — eu tomo conta das ovelhas do meu pai. Quando um leão ou um urso carrega uma ovelha,eu vou atrás dele, ataco e tomo a ovelha. Se o leão ou o urso me ataca, eu o agarro pelo pescoço e o golpeio até matá-lo. Tenho matado leões e ursos e vou fazer o mesmo com esse filisteu pagão, que desafiou o exército do Deus vivo. O SENHOR Deus me salvou dos leões e dos ursos e me salvará também desse filisteu. Davi não confiava em si mesmo, e muito menos em sua força, mas confiava no poder de Deus. E assim, temos que ser também, crianças. Quando o nosso maior inimigo, que é o diabo, vier para nos atacar, devemos confiar em Deus e pedir a Sua ajuda. O Senhor Deus é a nossa força!
— Pois bem! — respondeu Saul. — Vá, e que o SENHOR Deus esteja com você! Então deu a sua própria armadura para Davi usar. Pôs um capacete de bronze na cabeça dele e lhe deu uma couraça para vestir. Davi prendeu a espada de Saul num cinto sobre a armadura e tentou andar. Mas não conseguiu porque não estava acostumado a usar essas coisas. Aí disse a Saul:
— Não consigo andar com tudo isto, pois não estou acostumado. Então Davi tirou tudo. Pegou o seu bastão, escolheu cinco pedras lisas no ribeirão e pôs na sua sacola. Pegou também a sua funda e saiu para enfrentar Golias.
Golias, o filisteu, começou a caminhar na direção de Davi. O ajudante que carregava as suas armas ia à frente. Quando chegou perto de Davi, Golias olhou bem para ele e começou a caçoar porque Davi não passava de um rapaz bonito e de boa aparência.

— Para que é esse bastão? Você pensa que eu sou algum cachorro?
Em seguida rogou a maldição dos seus deuses sobre Davi e o desafiou, dizendo:
— Venha, que eu darei o seu corpo para as aves e os animais comerem. Davi respondeu:
— Você vem contra mim com espada, lança e dardo. Mas eu vou contra você em nome do SENHOR Todo-Poderoso, o Deus dos exércitos israelitas, que você desafiou. Hoje mesmo o SENHOR Deus entregará você em minhas mãos; eu o vencerei. Então o mundo inteiro saberá que o povo de Israel tem um Deus, e todos aqui verão que ele não precisa de espadas ou de lanças para salvar o seu povo. Ele é vitorioso na batalha e entregará todos vocês nas nossas mãos. Então Golias começou novamente a caminhar na direção de Davi, e Davi correu rápido na direção da linha de batalha dos filisteus, para lutar contra ele. Enfiou a mão na sua sacola, pegou uma pedra e com a funda a atirou em Golias.
A pedra entrou na testa de Golias, e ele caiu de cara no chão. Então Davi correu, ficou de pé sobre Golias, tirou a espada dele da bainha e o matou, cortando com ela a cabeça dele.
E assim Davi venceu Golias e o matou apenas com uma pedra.
Quando os filisteus viram que o seu herói estava morto, fugiram. Aí os soldados de Israel e de Judá correram atrás deles, gritando, e os perseguiram. Os filisteus caíram feridos pela estrada.
Os israelitas voltaram vitoriosos contra os filisteus.
Quando o rei Saul soube da vitória, chamou Davi, e este ficou morando no palácio, sendo soldado do exército.

CONCLUSÃO Hoje, também, existem muitos “golias” querendo nos desafiar. Como nós falamos no começo da nossa Lição: o medo de algo pode ser como um gigante.
Devemos ser valentes, assim como foi o jovem Davi, pois para Deus nada é difícil.
Quando algum problema surgir na sua vida, na sua casa, ou até mesmo na escola não pense que ele é um gigante invencível. Lembre-se que o Senhor é a sua força!
Quando vocês estiverem preocupados, tristes ou com medo, devem usar uma arma muito poderosa que Deus nos deu: a Oração! Quando nos sentimos assim, precisamos conversar com o Senhor e confiar Nele.
Vamos fazer isso agora mesmo? Quem aqui tem algum gigante que precisa ser derrotado? (Incentive as crianças a apresentarem em oração alguma coisa que as faz sentir medo, ou que as deixe preocupadas. Você pode fazer uma roda de mãos dadas com as crianças e realizar uma Oração objetiva, mas cheia de fé e autoridade. Depois você pode pedir que as crianças digam juntas o Versículo do Dia.)
SUGESTÕES PARA ESTA LIÇÃO aInicie sua aula sempre com Oração. Ensine as crianças que este é um momento de respeito ao Senhor. Procure variar sempre o começo da aula: Pergunte se alguém têm um Pedido de Oração Especial, leia uma referência bíblica que fale sobre o assunto, ou faça um cartaz com criança orando e um versículo referente. Mas, nunca deixe de orar com as crianças! Ao término da aula também lembre de pedir a proteção do Senhor sobre a vida dos pequeninos.

aFaça um cartaz com o Versículo do Dia. aNão se esqueça de ensinar sobre o Dízimo e da Oferta. TEMA: Deus é Poderoso
TEXTO-BÍBLICO: Êxodo 12. 37-38, 40-41, 50-51; Êxodo 13.17-18,21-22; Êxodo 14.
VERSÍCULO DO DIA: “... Eu sou o Deus Todo-Poderoso....” Gênesis 17.1
OBJETIVOS DA LIÇÃO: Ensinar que Deus tem o poder para nos ajudar em qualquer situação, inclusive naquelas que nos parecem impossíveis de serem resolvidas

INTRODUÇÃO Depois que o Senhor enviou dez terríveis pragas sobre o Egito, Faraó libertou o povo de Deus da escravidão e deixou que fossem livres.
Após 430 anos de escravidão, tinha chegado o dia que Deus havia prometido libertá-lo.
“— Ah! Como é bom ser livre!” “ —Nunca mais seremos escravos do Egito!” Provavelmente o povo exclamou de alegria.
Os egípcios não só libertaram os escravos como também lhes deram muitos presentes. A Bíblia diz que os hebreus ganharam vasos de ouro, de prata, roupas e diversas outras coisas!
Tudo estava pronto: Era hora de partir!

DESENVOLVIMENTO Assim, o povo de Deus com aproximadamente 600 mil homens, sem contar mulheres e crianças, formou uma enorme caravana.
Todos estavam felizes por se verem livres da escravidão. Eles saíram apressados, pois havia o perigo de Faraó mudar de idéia, como ele sempre fazia.
Mas, para onde os hebreus estavam indo? Aonde todas essas pessoas queriam chegar? Qual a direção tomar?
Cada um tinha sua idéia e, provavelmente, os israelitas queriam o caminho mais curto, mas nesse caminho encontrariam muitos inimigos fortes. Não sabiam qual direção tomar.
Deus já havia falado para Moisés que todos deveriam ir para uma cidade muito linda, um lugar muito bonito, que tinha muitas delícias, coisas especiais demais. Mas eles não sabiam como chegar neste lugar.
Deus, então, mostrou qual caminho deveriam tomar. Sabem como Ele fez isso?
O Senhor ia à frente dos israelitas pelo caminho no deserto. De dia, Ele pôs uma coluna de nuvem que os guiava e que também protegia do forte calor do deserto. E à noite, Deus colocou uma coluna de fogo que iluminava o caminho e os aquecia do frio.
Aonde estas colunas iam, o povo ia atrás. Quando elas paravam o povo parava. Estas colunas eram símbolos da presença de Deus no meio deles.
Se os israelitas tivessem se preocupado com roupas frescas e roupas quentes, com comida e água, levando tudo isto, provavelmente não teria saído do Egito. Mas, porque eles obedeceram e seguiram as ordens que Deus deu a Moisés, Deus os livrou de cada dificuldade que ia aparecendo no caminho.
Se obedecermos ao que está escrito na Palavra de Deus, quando os problemas surgirem o Senhor também nos dará a “luz” que precisamos para nos guiar, ou seja, a solução para aquela dificuldade.
Tudo corria muito bem, até que Faraó se arrependeu de ter deixado o povo de Deus sair do Egito. Ele e seu exército foram atrás dos hebreus!
Deus guiou o povo até um lugar chamado Pi-Hairote, que fica em frente ao Mar Vermelho.
Quando os israelitas olharam para trás levaram um grande susto: viram o exército do Egito! O povo de Israel ficou desesperado de tanto medo. Apavorados começaram a reclamar com Moisés por estarem ali, dizendo que seria melhor estarem no Egito como escravos.
Moisés, dirigido por Deus, chamou a atenção do povo e falou:
— Não tenham medo. Fiquem firmes e vocês verão que o Senhor vai salvá-los hoje. Nunca mais vocês vão ver esses egípcios. Vocês não terão de fazer nada: o Senhor lutará por vocês. Moisés disse que eles precisavam confiar mais em Deus. A falta de fé levou o povo a ficar desesperado e o desespero os levou a pecar contra Deus.
Vocês, crianças, que já conhecem Jesus, não precisam e nem devem deixar o medo morar em seus corações, devem se lembrar que Deus está sempre ao seu lado e que jamais lhe abandona.
Os israelitas ficaram com tanto medo que se esqueceram da presença do Senhor que os acompanhava. Lembram como a presença de Deus estava com eles: através da coluna de nuvem de dia e da coluna de fogo de noite.
Talvez você tenha medo de: escuro, de bichos, de fantasmas, de ficar sozinho e de outras coisas. Deus quer livrar você do medo e do desespero. É só lembrar da Sua presença conosco, orar e confiar para que Ele entre em ação, livrando-o deste inimigo – o medo.
Os hebreus estavam num “beco sem saída”. Eles tinham à sua frente o Mar Vermelho e atrás vinha Faraó e seu exército. O que fazer?! Eles não sabiam, mas Deus sabia.
Ele mandou o povo marchar. Mandou que o povo continuasse andando em frente. Mas... O mar estava a sua frente... Deixe o mar por conta de Deus. Se Ele mandou andar em frente, é porque isso daria certo.
Deus disse a Moisés que iria abrir uma estrada no meio do mar para o povo passar.
Enquanto o povo marchava em direção ao mar, Deus saiu da frente deles, na coluna de nuvem e fogo e ficou atrás dos israelitas. A coluna ficou entre os israelitas e o exército de Faraó. Para o lado dos israelitas estava a coluna de fogo, para iluminar-lhes o caminho; para os egípcios, a coluna de nuvem, impedindo-os de verem os israelitas.
Obedecendo a Deus, Moisés levantou a sua vara sobre o mar, e o Senhor mandou um vento tão forte que soprou sobre o mar e separou as águas, abrindo uma estrada bem no meio. O vento fez com que o chão do mar ficasse seco. Formaram-se dois muros, um de um lado, e outro do outro lado. O povo de Deus agora tinha uma saída, um novo caminho para seguir.
Quando os egípcios viram o mar aberto e perceberam que os hebreus tinham entrado naquela estrada, entraram também, com todas as suas armas e carros de guerra.
Mas o Senhor provocou uma confusão no meio dos egípcios: as suas carruagens não conseguiram andar direito e eles viram que Deus os estava atrapalhando para poder livrar o Seu povo. Não conseguindo seguir viagem, resolveram voltar, sair do meio do mar.
Enquanto isso, os israelitas haviam chegado ao outro lado do mar e Moisés, seguindo mais uma vez a ordem de Deus, levantou a sua vara sobre o mar, para que voltasse ao normal. Quando os egípcios tentavam fugir, as ondas os cobriram e todos morreram afogados. Todos e tudo que tinha ali foram destruídos pelo mar Vermelho.
Assim, os israelitas e Moisés se alegraram por Deus ter lhes dado vitória e viram como o Senhor é realmente Poderoso. Ele pode fazer até o que para nós é impossível de ser realizado!
Eles cantaram hinos de louvor a Deus por tê-los livrado da Escravidão, do Desespero, da Dificuldade e dos seus inimigos.

CONCLUSÃO
Os hebreus nunca pensaram que Deus abriria uma estrada no mar para passarem. Mas foi o que Ele fez. Deus tem todo poder para fazer isso e muito mais. Para Deus não há impossíveis! Ele sempre acha uma saída.
Mesmo quando enfrentamos um problema difícil, que parece não ter solução, Deus nos dá uma saída. Precisamos confiar Nele e obedecê-Lo. Se o povo de Israel tivesse resolvido desobedecer à ordem de marchar, ficando parado, não teria visto a estrada aberta por Deus no meio do mar. Precisamos estar dispostos a obedecer a Deus, mesmo quando não entendemos Suas ordens, mesmo que elas pareçam absurdas.

SUGESTÕES PARA ESTA LIÇÃO
aInicie sua aula sempre com Oração. Ensine as crianças que este é um momento de respeito ao Senhor. Procure variar sempre o começo da aula: Pergunte se alguém têm um Pedido de Oração Especial, leia uma referência bíblica que fale sobre o assunto, ou faça um cartaz com criança orando e um versículo referente. Mas, nunca deixe de orar com as crianças! Ao término da aula também lembre de pedir a proteção do Senhor sobre a vida dos pequeninos. aFaça um cartaz com o Versículo do Dia. aNão se esqueça de ensinar sobre Dízimo e da Oferta.
TEMA: Deus é Fiel
TEXTO-BÍBLICO: 2° Reis 4.1-7
VERSÍCULO DO DIA: “Saberás, pois, que o Senhor, teu Deus, é Deus, o Deus fiel,...”Deuteronômio 7.9
OBJETIVOS DA LIÇÃO: Mostrar que o Senhor cumpre as suas promessas.

INTRODUÇÃO

Vocês conhecem alguém que tenha ficado se pai? Ou que o pai ficou doente e não pôde mais trabalhar? Ou mesmo que tenha perdido o emprego? Como vocês acham que essa pessoa se sentiu? (Após ouvir os alunos, expresse também a sua opinião.) Na lição que vamos estudar hoje, vamos encontrar uma situação semelhante, que aconteceu com uma família e que está escrita aqui na Bíblia. Esta família de servos de Deus vivia feliz até que um dia... O pai morreu.
Fiquem bem atentos, porque hoje nós vamos descobrir algo que o Senhor Deus deseja ser para toda pessoa que obedece aos Seus mandamentos.

DESENVOLVIMENTO A mulher, que era viúva de um dos membros de um grupo de profetas, foi falar com Eliseu e disse:

— O meu marido morreu. Como o senhor sabe, ele era um homem que temia a Deus, o SENHOR. Mas agora um homem a quem ele devia dinheiro veio para levar os meus dois filhos a fim de serem escravos, como pagamento da dívida.
Eliseu perguntou:
— O que posso fazer por você? Diga! O que é que você tem em casa?
— Não tenho nada, a não ser um jarro pequeno de azeite! — respondeu a mulher.
Eliseu disse:— Vá pedir que os seus vizinhos lhe emprestem muitas vasilhas vazias. Depois você e os seus filhos entrem em casa, fechem a porta e comecem a derramar azeite nas vasilhas. E vão pondo de lado as que forem ficando cheias.
A ordem era estranha, mas ela não discutiu, e obedeceu.Foi a todos os seus vizinhos pedindo vasilhas de todos os tamanhos; a sua casa deve ter ficado cheia de vasilhas, para todo lado.
Quando a viúva obedeceu à ordem dada pelo profeta Eliseu, esperando que Deus suprisse as suas necessidades, ela mostrou claramente sua fé e confiança em Deus, numa situação que era difícil.
Então a mulher foi para casa com os filhos, fechou a porta, pegou o pequeno jarro de azeite e começou a derramar o azeite nas vasilhas, conforme os seus filhos iam trazendo.
Quando todas as vasilhas estavam cheias, ela perguntou se havia mais alguma.
— Essa foi a última! — respondeu um dos filhos.
Então o azeite parou de correr.
Ela foi e contou ao profeta Eliseu.
Aí ele disse:
— Venda o azeite e pague todas as suas dívidas. Ainda vai sobrar dinheiro para você e os seus filhos irem vivendo. E assim aconteceu.
CONCLUSÃO Como o nosso Deus é Fiel! O Senhor conhecia aquela família, sabia que todos O serviam fielmente. Ele amava e importava-se com aquela família.Deus sabia que a viúva e seus dois filhos precisavam de ajuda e por causa da obediência e fé deles, o Senhor os abençoou.Como filhos e servos de Deus, podemos confiar Nele, pois Ele providenciará tudo que precisarmos, cuidará de nós e nos dará todas as coisas que precisamos para viver.

SUGESTÕES PARA ESTA LIÇÃO aInicie sua aula sempre com Oração. Ensine as crianças que este é um momento de respeito ao Senhor. Procure variar sempre o começo da aula: Pergunte se alguém têm um Pedido de Oração Especial, leia uma referência bíblica que fale sobre o assunto, ou faça um cartaz com criança orando e um versículo referente. Mas, nunca deixe de orar com as crianças! Ao término da aula também lembre de pedir a proteção do Senhor sobre a vida dos pequeninos. aPara o Versículo do Dia poderão ser xerocadas, ou então você poderá riscar o molde da “botija”, que está no anexo, em cartolina amarela, ou em papel pardo. Prepare uma “botija” para cada palavra do versículo mais a referência bíblica onde se encontra.
aDinâmica de Memorização do Versículo do Dia: Quando for trabalhar o Versículo do Dia com as crianças poderá apresentar “as botijas” de maneira desordenada e pedir que as crianças organizem o versículo na ordem correta. Fazendo o uso desta dinâmica deixe para mostrar a referência bíblica onde o versículo se encontra, depois que as crianças já tiverem organizado o mesmo, pois senão elas poderão olhar na Bíblia antes.
aNão se esqueça de ensinar sobre o Dízimo e a Oferta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela sua Visita ao meu blog!
Se o seu comentário necessita de resposta deixe seu e-mail para que eu possa lhe retornar.
"..., mas aqueles que buscam ao Senhor de nada têm falta."
Salmo 34.10b

POSTAGENS MAIS VISITADAS